quinta-feira, 30 de abril de 2015

segunda-feira, 27 de abril de 2015

O essencial...



Já sabem perfeitamente que viajar é o meu nome do meio mas a parte disto que menos gosto é mesmo fazer as malas.
Se já era difícil fazer a mala para mim, agora ter de a fazer para mim e para a criança, é a loucura. Juro que gostaria de ser daquelas mulheres práticas que com meia dúzia de peças conseguem fazer uma semana completa de férias. E conseguem prever o tempo e as catástrofes naturais antes mesmo de sair de casa... não sou assim!
Não sou assim no que respeita à minha pessoa, então em relação a ela é a loucura. Já para sair de casa, faço mil indumentárias mentais com a roupa de palmo e meio. É preciso planeamento, pois antecipo o frio, o calor e tempestades tropicais por isso, o nosso carro vai sempre com todos os cenários meteorológicos possíveis. E fazer isto numa mala? Impossível!
Graças ao nosso senhor, há limites de espaço senão levava o guarda-roupa comigo. 
O meu novo investimento de tempo é ver uns videos de pessoal que conseguia meter a santa mãe nas malas, se fosse preciso... e conseguiam fechá-la com a maior das facilidades.
Juro que desta vez só vou levar o essencial... 


A quote a day keeps the doctor away #753


quarta-feira, 22 de abril de 2015

Aprender, sempre!


Há dias falava com um amigo nosso e dizia-lhe que gosto mais de mim agora do que quando tinha 20 anos. E que de certa forma estaria mais inteligente, claro que esta espécie aumentada de inteligência deve-se exclusivamente às experiências que vamos adquirindo ao longo do caminho. Vivendo e aprendendo. 
Asneiras ainda faço muitas e parece-me que continuarei, sou imperfeita, sou impulsiva e explosiva e sei que o tempo não faz milagres. O tempo não faz milagres a ninguém, já cheguei a essa conclusão... podemos envelhecer, olhar para o outro e pensar que a idade vai ajudar mas sinceramente nem sempre temos essa ajuda. 
A imaturidade sentimental é uma doença crónica, a falta de carácter igualmente. Sei que por vezes as mulheres conseguem ser bem complicadas mas uma palavra na hora certa, um mimo ou um simples olhar podem fazer milagres. 
Por vezes é melhor desistir, apostar em nós próprios do que tentar mudar aquilo que não é possível de ser mudado... 
Aprendemos lições, é o essencial nas situações negativas da vida. Aprender sempre algo e passar à fase seguinte. 

A quote a day keeps the doctor away #751


sexta-feira, 17 de abril de 2015

WishList para o Fim de Semana

1- TShirt * 2- TShirt * 3- Túnica

1- Camisola * 2- Blusa * 3- Blusa
E começar o fim de semana com umas peças debaixo de olho? A minha cara pois temos de ter sempre algo no horizonte para o guarda-roupa. 
Estas foram as minhas escolhas que estão à distancia de um click! Controla-te Sav Maria que ainda não mudaste sequer as roupas do teu guarda roupa para peças de Verão. Mas que queria todas, lá isso eu queria! 

E o vencedor é:

Após quase uma semana cá está o resultado do Passatempo de Páscoa:

1.      Verónica Caraça -  abril 10, 2015

Muitos Parabéns! Por favor envie um email com os seus dados para o email. 

Mãe! Essa SuperMulher!


Eu sabia que devia estar acima das 200 vezes que ela me chama Mamã durante um dia! :)

A quote a day keeps the doctor away #748


segunda-feira, 13 de abril de 2015

Relembrar como tudo começou...



Dizem que o hoje é o dia Mundial do Beijo e a propósito disto, ontem vi o meu primeiro namorado.
Festas de aniversário de crianças hoje em dia e na nossa idade são bastante perigosas. Às páginas tantas as nossas crianças estão a conviver com os rebentos dos nossos ex. ou a frequentar a mesma escola. Não deixa de ser bizarro. Claro que nada de dramático pois passado todos nós temos e logo que tivesse sido uma relação normal da natureza, nada a esconder. 
Bem vinda ao submundo das festas de aniversário de crianças Sav Maria! 

Não está muito diferente e sempre achei que ele seria um Homem de familia, continua com um ar sereno. Há 21 anos atrás eu já entendia umas coisas. Claro que depois o percurso amoroso (o meu) nem sempre primou por ser do mais inteligente e perspicaz da vida mas deu para aprender umas coisas. Vocês leram bem? 21 anos atrás? Quase me dava uma coisa fofa ao comentar isto com o "macho lá de casa". Isto de olhar para trás e contar os anos que já se passaram de certos acontecimentos na nossa juventude é coisa para me pôr doente. 
Será que posso dizer que eram outros tempos? Ou se calhar era eu que era uma adolescente romântica que ainda hoje me lembro dele. Lembro-me do tempo da conquista ele me levar a pé a meio caminho da escola-casa e me dar o seu blusão Levi´s para eu levar para casa pois estava frio. Isto ainda existe nos miúdos de 16 anos? Isso não sei mas sei que nunca mais me esqueci desta passagem. 
Como e porque acabou já não lembro mas sei que foi com ele que dei o meu primeiro beijo ♥ e que o meu coração saltitou aqui na cavidade toráxica há 21 anos atrás (ai!)

Quiosque semanal










A quote a day keeps the doctor away #744


sexta-feira, 10 de abril de 2015

Opinião Pessoal e Intransmissível!


Vocês sabem que quando aqui dou a minha opinião, deixo sempre claro que a minha opinião vale o que vale e respeito sempre quem discorda dela. O que é bom para mim pode não ser para o outro e os gostos (então!) não se discutem. Esclarecida a minha posição, vamos lá falar do filme que todo o pessoal falou e fala e encheu salas de cinema.
Antes de começar aviso igualmente que não li os livros, nenhum mesmo, não consigo comparar o filme ao livro, falo somente do filme. E não discuto gostos.
Sinceramente nem ia falar dele por aqui mas a comadre incentivou a Sav Maria e cá está o que pensei sobre o filme.

Adorei a banda sonora, e essa é o meu som neste momento no carro. 
Agora o filme... não gostei! 
Não fiquei apaixonada, não me emocionei, nem sequer fiquei com vontade de ver o segundo. Não foram as imagens, não foi a história, nem sequer os actores... foi sim, o conteúdo em si.
Não sei se é da idade mas já existem coisas nesta coisa chamada Amor que eu já não acredito, nem aceito e muito menos acho piada.
Homens completamente egocêntricos e com a cabeça mais complicada que um labirinto ao jeito do "Jigsaw" não me atrai minimamente.
Espécimes que em primeiro, segundo e terceiro lugares estão eles e só depois estão elas, são perfeitos repelentes para mim.
Isto de amar tem de ser a dois. 
Não há lugar para "ah fazes o que eu quero e o que ganhas com isso sou eu!" Nahhhh! 
Isto até parece bonito e romântico aos 20 anos mas aos 37 já só me apetece dizer: Ui! Então vai dar uma curva ao "Vilar Grande" que aqui a menina não está interessada.
É claro que o mulherio gosta de um homem que faça loucuras como o Mr. Grey mas e o resto? Para mim tem de ser 50/50... e a este diria-lhe "leva lá o triciclo" prefiro não sofrer a viajar num helicóptero. Há coisas que não valem a pena. 
E o tau tau? Bem, isso cada um faz o que quiser dentro de quatro paredes.

Eu pessoalmente não iria apreciar não me conseguir sentar durante 15 dias, para que o moço tivesse um momento de prazer. Ou então ele também levava e aí ninguém se ria de ninguém. Mas destas coisas, eu confesso que não percebo nada. Gosto do prazer bem dividido.





Basicamente não gostei da história de amor desproporcional, leva acreditar que o Amor pode ser feliz assim mas no meu caso eu não seria...
Lá está, não li os outros livros, não sei se aquilo dará a volta, se a história muda mas pronto! deste particularmente não fiquei fã. 
Sou daquelas românticas que adora chorar como uma Madalena com filmes de Amor, e mesmo que sejam a maior ficção do mundo mas tem de tocar aqui o coração. Estão a ver o filme "A Casa do Lago"? Aquilo era possível? Claro que não! Mas fez-me sonhar, sei lá! Este não.
Concluo a dizer que a minha opinião é só isto mesmo, a minha opinião. Respeito completamente quem gostou.  




                                     This is more my kind of thing! :D